fechar× Entre em contato Mahaprabhu: (71) 9 9996-6374
Satta: (71) 9 9219-4409 

Desenvolvendo o corpo através do tantra

No último post eu trouxe como tema a importância de resgatar a sensibilidade da camada mais superficial da pele e ao final mencionei que dentro de um trabalho de desenvolvimento com a massagem tântrica isso é possível.

Muita gente busca a massagem tântrica por curiosidade ou por alguma queixa referente a disfunções sexuais. São raros os casos em que existe interesse em conhecer o próprio corpo, investir em sessões periódicas e colher os frutos de um trabalho de desenvolvimento. Vale lembrar que a massagem tântrica é apenas uma das ferramentas que o terapeuta tântrico utiliza.

A busca pelo autoconhecimento costuma vir a medida que o interagente (nome que damos ao cliente) percebe que a primeira sessão é apenas uma porta de entrada e não uma experiência isolada que vai fazer com que a pessoa alcance todos os benefícios listados a seguir:

- Aumento da vitalidade, energia e disposição sexual
- Melhora da saúde física dos órgãos internos
- Autoconhecimento do corpo: o que ele necessita e o que é capaz de fazer/proporcionar
- Aumento e prolongamento do prazer
- Direcionamento da energia sexual
- Melhora no relacionamento com o(a) parceiro(a)

Esse desenvolvimento, dentro do Método Deva Nishok, se dá dentro de quatro estágios/níveis de massagem, o que não quer dizer que com quatro sessões você passará por todos eles. Como todo trabalho terapêutico, não há como precisar o número de sessões ideal para cada caso, pois tudo depende da motivação que te levou a procurar o tantra. 

Eu costumo indicar no mínimo três sessões! Em alguns casos proponho exercícios entre uma sessão e outra, mas sempre sugiro que a pessoa frequente os nossos encontros de Meditação Tântrica, pois tenho percebido um avanço significativo nesses interagentes.


Por: Satta Prem
Tantramor, 10.NOVEMBRO.2017 | Postado em Geral
  • 1
Exibindo 1 de 1

Carregando...